sábado, 21 de maio de 2011

930: Um Número Irrefutável

Um vídeo que mostra a professora Amanda Gurgel criticando a situação da educação no Rio Grande do Norte durante uma audiência pública na Câmara dos Deputados de seu estado fez com que a professora ganhasse admiradores por todo o país.

O vídeo que mostra a fala de Amanda teve 180 mil visualizações no Youtube desde do dia 14, quando foi postado, e seu nome ficou entre os "trending topics" do Twitter - a lista dos temas mais comentados da rede social - entre quarta e quinta-feira.

Amanda mostrou seu contracheque de R$ 930,00 aos deputado e enumerou algumas das dificuldades encontradas pelos professores no estado, além dos baixos salários: transporte precário, salas de aula superlotadas e até a proibição aos professores de comerem a merenda oferecida aos alunos.

Em seu depoimento, Amanda Gurgel acaba fazendo um resumo preciso sobre o quadro da educação no Brasil apresentando seu contracheque de R$ 930,00. 

 

"Como as pessoas até agora, inclusive a secretária Bethania Ramalho apresentaram números e números são irrefutáveis, eu vou fazê-lo. Apresento um número de três algarismos apenas, que é o do meu salário, de R$ 930,00? ".

 

Nesta quinta-feira, em matéria publicada no jornal Tribuna do Norte, de Natal, Amanda Gurgel se diz surpresa pela repercussão que seu depoimento teve na internet. Filiada ao PSTU, a professora viu a rápida difusão do vídeo com ressalvas. Na entrevista que concedeu ao jornal, ela fez reiterados pedidos para que o “discurso político” e “a situação dos professores” tivessem mais peso na publicação do que a sua própria imagem. Ela resumiu assim a sua posição: 

 

“Queria focar no discurso político, porque eu não tenho o menor interesse de focar na minha imagem. Não participo dessas redes sociais. Tenho uma conta no Orkut, mas nem foto tem lá. Fico surpresa com toda essa repercussão porque o meu discurso não trazia nada de novo. Qualquer professor conhece aquelas situações descritas”. 

 

"O mais importante na minha fala, que foi transformada em vídeo, e nessa repercussão toda que está tendo, é que isso reflete uma situação existente há muito tempo na nossa categoria. Quem é professor há 20 ou 30 anos conhece o processo de degeneração pelo qual as escolas vêm passando. Isso é o principal e não a minha imagem ou até mesmo as minhas palavras, mas a situação”.


Nós da UBM, apoiamos as ideias e a luta da Profa Amanda Gurgel em prol de uma educação de qualidade e principalmente por melhores salários e condições de trabalho a todos os professores do país. 

Prof. Paulo Sérgio
Prof. Kleber Khillian

Fonte:

0 comentários:

Postar um comentário

Blogs/Sites Filiados