Carnaval da Matemática da UBM Nº #20

Nesta vigésima edição do Carnaval da Matemática da UBM, excepcionalmnete publicado em 16 de Novembrode 2012, apresentamos as sinopses dos artigos enviados pelos autores dos 6 blogs participantes. As sinopses estão ordenadas por data de envio. 

Autor: Aloisio Teixeira
O valor de um terreno, cujo [;m^2;] custa R$ [;1.500,00;] , pode ser calculado se conhecermos sua área, ou seja, quantos unidades de [;m^2;] "cabem" dentro do mesmo. Se o terreno tiver um formato triangular com medidas conforme o diagrama abaixo 

Autor: Romirys Cavalcante

O conceito de produtos notáveis apareceu na Grécia em contextos de álgebra geométrica, ferramenta bastante empregada pelos gregos para lidar com situações que envolvessem números irracionais.

A álgebra geométrica grega nos foi transmitida principalmente por meio do livro II da obra Os elementos de Euclides (325-265 a.C.). Entretanto, é muito provável que a álgebra dos primeiros gregos ― desde os pitagóricos (século VI a.C.) até Euclides, Arquimedes (287-212 a.C.) e Apolônio (262-190 a.C.) ― já era geométrica, o que estabeleceu uma verdadeira tradição de situações essencialmente algébricas, bem como daquelas que envolviam números irracionais.


Autor: João Pedro Gonçalves Ramos


Hoje falaremos de desigualdades, enunciando e demonstrando as mais úteis e conhecidas, mas não deixaremos de lado as desigualdades pouco conhecidas; muitas desigualdades pouco faladas matam mais problema que a mais famosa de todas. Porém, quando falamos de desigualdade, temos que ter em meta principalmente o que se quer provar. Quando se conhece um número grande de desigualdades, fica fácil provar qualquer desigualdade, desde que você tenha aquele olhar maroto. 
 
As desigualdades, quando falamos do ramo da álgebra, se dividem em dois principais ramos: desigualdades que utilizam a criatividade nos problemas, e as desigualdades mais brutais, por assim dizer. Vamos explicar de que tipo é cada, mas com certeza todas são úteis na hora de resolver os problemas. Todos os problemas daqui serão de algum tipo de olimpíada, como vocês verão. Alguns mais imediatos que outros, mas todos são fazíveis.

Autor: Kleber Kilhian

As primeiras câmeras fotográficas têm origem no século XVI, nas chamadas câmeras escuras. Mas apenas em 1745 foi acoplada a elas uma lente, melhorando muito a qualidade das imagens formadas. Passaram-se 100 anos até a produção das primeiras imagens gravadas em papel: as fotografias.


Autor: Francisco Valdir

Depois de passados vinte anos desde que esse desafio foi lançado por mim, enfim, resolvi mostrar agora para uma multidão de curiosos, como é que eu consigo resolver o impossível "Big Susto" e cujo texto é:


"Sabendo-se que o quadrado do nº
12345678998765432124680135799753108642 é igual a 152415789940557842616702126559092030669192907385003431913488122542655084164. encontrar os quadrados do seu antecessor e sucessor, bem como, o quadrado do número 5712345678998765432124680135799753108642, utilizando-se para isso, lápis ou caneta e de apenas uma página de papel de tamanho ofício, onde deverão ser lançados todos os cálculos e as respostas aritméticas escritos com grafia normal".


Brahmagupta e a Área do Quadrilátero Cíclico 
Blog: Fatos Matemáticos
Autor:Prof. Paulo Sérgio

Brahmagupta [;(589-668);] foi um matemático e astrônomo hindu, considerado o pai da aritmética, da álgebra e da análise numérica. A aritmética moderna usada atualmente espalhou-se pela Índia e Arábia e então para a Europa.
Brahmagupta popularizou o conceito do zero, e definiu regras para a aritmética com números negativos e com o zero, que são próximas ao entendimento atual da matemática moderna. A maior divergência é que Brahmagupta tentou definir a divisão por zero, uma situação considerada inexistente na matemática moderna. Sua definição de zero como um número era acurada exceto que ele considerava [;0/0;] igual a [;0;], sendo que considera-se atualmente que essa quantidade não pode ser definida.

0 comentários :

Postar um comentário

Cancelar comentário

União dos Blogs de Matemática